Postado em sábado, 20 de janeiro de 2018 às 09:09

Dirceu Lopes distribui autógrafos e posa ao lado de torcedores

Alessandro Emergente

O “príncipe do futebol”, apelido dado a Dirceu Lopes, esteve em Alfenas, na noite de sexta-feira, para uma noite de autógrafos. O ídolo cruzeirense foi recebido por torcedores que o aguardaram no Restaurante Botequim, na Praça Getúlio Vargas, para posarem para fotos ao lado do ex-meia.

Dirceu Lopes foi convidado para um evento particular nesse sábado em Alfenas e aproveitou a vinda para uma noite de autógrafos e dedicatórias em seu livro, “O Príncipe – a real história de Dirceu Lopes”. A obra, lançada em 2014, conta a trajetória do ex-atleta, relembrando momentos importantes como o corte de seu nome da lista de convocados para a Copa do Mundo de 1970 por pressão de militares.

A biografia do camisa 10 estrelado foi escrita pelo jornalista Pedro Blank, que retrata as histórias do craque em 344 páginas. Foram quatro anos de produção até ser lançado em 2014. Dirceu Lopes conta que já tinha recebido inúmeras propostas para uma biografia e sempre negou, mas Blank o convenceu em uma conversa de 40 minutos, demonstrando a confiança depositada no jornalista.

Dirceu Lopes em sua visita a Alfenas distribuiu autógrafos, concedeu entrevistas e posou para fotos ao lado de torcedores (Fotos: Alessandro Emergente/Alfenas Hoje)


Vários torcedores que foram ao Botequim na noite de sexta-feira para adquirir o livro autografado acabaram ficando sem a obra. Isso porque houve um atraso na entrega de novos exemplares. Os fãs do craque estrelado, no entanto, não se decepcionaram com a simpatia do ídolo que autografou camisas e posou para fotos ao lado dos torcedores.

De acordo com Paulo Afonso Cambraia, que convidou Dirceu Lopes para vir a Alfenas, os exemplares serão enviados nos próximos dias e ele deve marcar uma data e um local para a venda. Quem tiver interesse na obra pode entrar em contato com Cambraia pelo email pauloacambraia@gmail.com.

Dirceu Lopes foi um dos maiores ídolos do Cruzeiro e do futebol brasileiro (Foto: Reprodução)


O talento de Dirceu Lopes nos gramados atrai a admiração até mesmo de torcedores rivais. O ex-prefeito Antônio Munhoz Leite (Toninho Munhoz), por exemplo, foi conhecer de perto o ex-meia da Raposa. Já o cruzeirense Edson Lélis, vereador Edson da Distribuidora, também aproveitou para conhecer o “maestro” do time que conquistou a Taça de 1966, derrotando o Santos, de Pelé.

Dirceu Lopes aproveitou para comentar sobre o momento político turbulento no Cruzeiro, situação atípica na história do clube. Disse que acompanha de perto a política na Toca da Raposa e apoiou Sérgio Santos Rodrigues, candidato derrotado numa eleição apertada vencida por Wagner Pires de Sá em outubro passado.

Apesar de não ter visto o seu candidato eleito. Dirceu Lopes espera união em prol do Cruzeiro e deposita sua confiança no trabalho do técnico Mano Menezes, de quem se diz um admirador. Enquanto Mano estiver a frente do elenco, a esperança é de bons resultados, afirma o ex-camisa 10.

Dirceu Lopes atuou pelo Cruzeiro de 1964 a 1977, quando se transferiu para o Fluminense, encerrando a carreira no Uberlândia em 1980. No Cruzeiro conquistou a Libertadores da América de 1976, além da Taça Brasil de 1966 e nove títulos estaduais. Abaixo, uma reportagem exibida pelo programa Agenda, da Rede Minas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.