Postado em sexta-feira, 15 de dezembro de 2017 às 08:52

Abate de suínos no 3º trimestre tem o melhor resultado desde 1997, diz IBGE

Avanço foi de 3,9% sobre o segundo trimestre do ano e de 2,9% na comparação com o mesmo trimestre de 2016...



O  abate de suínos aumentou no trimestre atingindo a marca de 11,032 milhões de cabeças abatidas, o melhor resultado para este período do ano desde 1997, início do levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O avanço foi de 3,9% sobre o segundo trimestre do ano e de 2,9% na comparação com o mesmo trimestre de 2016. A produção de ovos de galinha também cresceu em ambas as comparações: 2,7% em relação ao trimestre anterior e 7,7% na comparação anual.

O aumento de 310,75 mil cabeças de suínos a mais no terceiro trimestre foi impulsionado pelas altas em 9 das 25 unidades da federação participantes da pesquisa. Entre os estados com participação acima de 1,0%, houve aumentos em: Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Na contramão, as principais reduções ocorreram no Rio Grande do Sul, em Goiás e em São Paulo.

Santa Catarina continua liderando o abate de suínos, com 26,8% da participação nacional, seguido por Paraná (21,4%) e Rio Grande do Sul (18,4%).

Bovinos
O abate de bovinos chegou a 7,98 milhões de cabeças e registrou um crescimento de 9% no terceiro trimestre deste ano, frente ao mesmo período de 2016. Na comparação com o trimestre anterior, a alta foi de 7,6%.

No terceiro trimestre, 1,47 bilhão de frangos foram abatidos. O número representa um aumento de de 3,3% em relação ao trimestre anterior e de 0,1% frente ao trimestral do ano passado.

A produção de leite registrou 6,16 bilhões de litros: alta de 9,1% frente ao trimestre anterior e de 5,4% em relação à comparação anual.

A produção de couro chegou a 8,74 milhões de peças e cresceu 6,3% sobre o segundo trimestre e 4,8% na comparação anual.




Fonte: G1 AGRO