Postado em sábado, 4 de novembro de 2017 às 09:03

Safra de grãos deve cair no próximo ano.

Soja e algodão aumentam área plantada (James Brey/Getty Images)

Depois de registrar safra recorde em volume de grãos e em área plantada no ano, o Brasil deve voltar a registrar redução nos números.

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento, a CONAB, a produção deverá ficar entre 224,1 e 228,2 milhões de toneladas na safra 2017/2018. Isso representa uma queda de pelo menos 4,3% em relação à última colheita, de 238,5 milhões de toneladas.

O recorde na última safra se deve às condições climáticas altamente favoráveis. Só de soja foram colhidas 108 milhões de toneladas distribuídas entre as duas safras do ano. De milho, o número chega a 93,5 milhões de toneladas.

Na próxima colheita, porém, o clima bom não deve se repetir. “Fenômenos como o La Ñina, que gera secas principalmente na região Sul, estão previstos para acontecer, o que pode prejudicar o rendimento final”, diz Paula Yamaguti, analista de commodities agrícolas do banco Itaú.

Apesar da estimativa de queda da produção, a soja deve aumentar 2,7% de área plantada, ficando entre 34,5 milhões a 35,2 milhões de hectares pelo país. O algodão também pode ganhar mais espaço.

Em contrapartida, o milho deve ter seu território reduzido. A expectativa é de uma queda que deve chegar a 10%, eliminando assim cerca de 552 000 hectares dos atuais 5,4 milhões de hectares de produção.

















Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos