Postado em quarta-feira, 1 de novembro de 2017 às 08:24

Broca prejudica a cadeia produtiva do café

 

Outra preocupação dos cafeicultores é o avanço da broca do café, que vem causando prejuízos em toda a cadeia produtiva. De acordo com o diretor da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e presidente das comissões de Cafeicultura da Faemg e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita, as entidades representativas dos cafeicultores, indústria e demais elos da cadeia do café se uniram e criaram um vídeo para orientar os cafeicultores em relação a ações que ajudam a minimizar a presença da praga nos cafezais.

“A broca está nos preocupando muito e não só a produção perde, a indústria também perde e toda a cadeia do café tem prejuízos com a incidência da broca do café. O vídeo ensina aos cafeicultores como fazer uma colheita bem-feita, não deixando café no chão e nas árvores, por exemplo. Com isso, você corta a fonte de alimento do besouro, contribuindo para a redução do índice de broca”.

Desde que o agrotóxico Endosulfan foi banido, foram disponibilizados vários produtos para combater a broca, mas eles têm preços mais elevados e não têm a mesma eficácia do Endosulfan.

Outro ponto que ficou definido na reunião da Comissão de Café da CNA, na SIC, é a necessidade de acionar as universidades e faculdades para começarem de forma efetiva um estudo de controle da broca do café. “Hoje a gente não vê as grandes universidades do Brasil com expertise em agricultura e no café, como vemos nas universidades Federal de Lavras e de Viçosa. O que a gente quer é que entrem na pauta para que se desenvolvam estudos e antídotos contra este mal que é a broca”, explicou Mesquita.

 

Fonte: CCCMG

















Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos