Postado em quinta-feira, 17 de agosto de 2017 às 21:09

Infantil faz jogo decisivo e Juvenil busca vitória na 1ª partida da final

A equipe infantil do Cruz Preta faz a grande final, enquanto que o juvenil terá o primeiro jogo da final.


Otávio Borba

A partir das 9h da manhã deste sábado, dia 19, as equipes Infantil e Juvenil da Escolinha Cruz Preta recebem os times do Santarritense, de Santa Rita do Sapucaí, e Sul de Minas pelo Regional de Categoria de Base, organizado pela Liga Tricordiana, da cidade de Três Corações. As partidas serão no Estádio Rachid Saliba.

Na primeira partida do Infantil, na cidade de Santa Rita, sábado passado, dia 12, os meninos de Alfenas não foram bem no jogo de ida e perderam de 3 a 0. O treinador José Carlos Morais (Carlinhos Vardemá) tem como auxiliares: Rafael "Coca", Rodrigo Terra, Petherson Carvalho e Carlos Rogério, que compõem a comissão técnica da Escolinha de Alfenas.

"Naquela partida, o time se mostrou irreconhecível, pois no decorrer do campeonato, fizemos bons jogos mesmo fora de casa. Mas estamos confiantes em reverter o placar, mesmo sabendo das dificuldades", analisa. Ainda segundo Rafael "Coca", a equipe para o jogo de sábado deve ser a mesma que perdeu o jogo de ida. " O time deve ser o mesmo. Não tivemos contusão e nem expulsão e até deveremos ter uns reforços de fora, mas nada está decidido.", conclui.

Juvenil

Já no sub-17, é o primeiro jogo. "E a molecada está afiada e confiante, pois treinamos a semana toda e esperamos vencer por um bom placar e levar a vantagem para decidir em Santa Rita do Sapucaí", comenta "Coca".

Nesta categoria, a Escolinha Cruz Preta tem três reforços da cidade de Areado. Kennydy Willian, Frederico e Nicolas. " Estes meninos entraram bem e foram bem aceitos na nossa equipe. Estão bem entrosados e somos gratos a eles pelo compromisso e dedicação que mostraram no decorrer da competição", ressalta Rafael "Coca".

O time Juvenil vai completo também. Conta com o bom momento do goleiro Leonardo Alvez, do zagueiro Mauricinho Kennydy e principalmente André "Pipoca", que vem sendo fundamental e marcando gols decisivos, que levaram a equipe a grande final do Regional. Aliás, a equipe num todo vem bem. Tem demonstrado garra e disposição. O otimismo é grande, mas sempre com os pés no chão. " Estamos em um bom momento, mas cada jogo tem a sua história e não podemos bobear, principalmente neste jogo em casa e contamos com a presença do torcedor para prestigiar a nossa Escolinha", finaliza Rafael Coca.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.