Postado em sábado, 15 de abril de 2017

Quando se descobre a magia do teatro

Da Redação

Fazer teatro brincando, mas com muita seriedade. Assim um trio de atores mirins vem percorrendo, desde o ano passado, escolas e instituições da cidade. Já foram 15 apresentações. Uma das mais recentes, no Teatro Municipal, feita para o secretário adjunto de Cultura de Minas Gerais, João Batista Miguel, representando a oficina de teatro de Alfenas e o programa Cidade Escola.

Thalles de Oliveira Emergente, Gustavo Gouveia Gonçalves e Maria Clara Vieira de Moraes, todos com 9 anos, integram o elenco da peça infanto-juvenil “Brincando no Escuro”. O texto, do autor Carlos Antonholi, foi escrito no início dos anos 90. E, em 2016, ganhou o palco alfenense sob a direção de Anselmo Cesário – e não só os tablados, uma vez que a proposta é aproveitar os diferentes espaços.

Cesário tem longa trajetória no teatro de rua e essa proposta itinerante, de se organizar a partir do ambiente, é levada para a peça, numa espécie de “laboratório” para os pequenos artistas. Em ambientes fechados ou abertos nas escolas de Alfenas (tanto públicas quanto privadas), na Universidade Federal de Alfenas (Unifal) e até em uma estrutura montada em plena Praça Getúlio Vargas – além do tradicional palco do Teatro Municipal. Esses foram os diferentes desafios do trio.

Viagem pelo mundo do teatro

Durante 45 minutos, os atores “viajam” na fantasia do teatro, levando diversão e cultura aos pequenos espectadores – o espetáculo é direcionado, sobretudo, ao público infantil. Claro, os adultos também se deliciam com a magia do teatro.

Gustavo, Maria Clara e Thalles formam o trio de atores da peça "Brincando no Escuro" (Foto: Alessandro Emergente)


Ziggy, Frida e Pingo, personagens vividos pelo trio, são três crianças que ficam presas em uma casa em um dia de chuva quando falta energia elétrica. As crianças resolvem inventar brincadeiras para espantar o medo. Durante o espetáculo, os atores trocam figurino, colocam a maquiagem (eles mesmos), enquanto encenam – uma maratona de aprendizado no palco.

O trio mirim foi um dos primeiros a integrar a oficina de teatro, comandada por Cesário, iniciada em 2015. O projeto cresceu e ganhou força. Em 2017, passou a integrar o programa “Cidade Escola”. Hoje, são cerca de 80 alunos (entre adultos, adolescentes e crianças).

Desenvolver potencialidades


Em entrevista ao Alfenas Hoje, em fevereiro do ano passado, Cesário explicou que o objetivo do projeto é desenvolver a potencialidade de cada aluno, auxiliando no desenvolvimento de cada um. O surgimento de novos talentos para o teatro alfenense é uma consequência do trabalho.

O trio fez uma apresentação como parte da programação apresentada ao secretário adjunto de Cultura de Minas Gerais, João Batista Miguel. Após o espetáculo, o secretário conversou com as crianças no palco (Fotos: Alfenas Hoje/Arq)


O resultado do trabalho desenvolvido já é visível no dia a dia. Sandra de Oliveira Emergente, mãe de Thalles, explica que a busca pelo teatro foi para trabalhar as dificuldades do filho, como a insegurança e a timidez. O resultado, segundo ela, é impressionante.

Hoje, o menino, que há dois anos e meio frequenta a oficina de teatro, vence – com tranquilidade - o desafio de subir ao palco e se apresentar, surpreendendo quem o conhece no dia a dia. O jeitinho tímido continua, mas a insegurança de “enfrentar” o público foi embora. “Ele realmente se descobriu no teatro e não consegue ficar mais longe desse mundo de magia”, comenta. “É como se tivesse libertado de seus medos, de sua insegurança”.

 

Alessandra Gonçalves Gouveia, mãe de Gustavo, disse, em uma entrevista recente ao jornalista Leonardo Miranda, da TV Alfenas, que a improvisação foi uma das habilidades desenvolvidas pelo seu filho nesse período no teatro. Além de acompanhar as apresentações, ela vai além: é a responsável pelo figurino e pela sonoplastia.








   
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


 

0 Comentários

Comentar essa Notícia
 
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia










Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos