Alfenas Hoje - Cinco dicas para mudar de carreira sem traumas nem transtornos
Postado em terça-feira, 11 de abril de 2017 às 14:40

Cinco dicas para mudar de carreira sem traumas nem transtornos

Mudar de carreira envolve insegurança e preocupação com o futuro. Muitos profissionais, insatisfeitos com o rumo da empresa que representam ou até mesmo do setor de atuação, optam por mudar de ares e nessa hora que vem a grande questão: por onde começar?

Antes de tomar qualquer decisão aconselha-se ao profissional procurar um especialista em carreira , os famosos coachs, que podem a tornar a transição menos traumática e por consequência, positiva ao profissional. Para ajudar quem está passando por essa transição a especialista em gestão, Tarsia Gonzalez, listou os primeiros passos a serem tomados; veja

1.Autoconhecimento

“Autoconhecimento é algo que não tem fórmula e é um caminho sem fim. Somos seres mutáveis, em constante transformação e, por isso, precisamos ouvir sempre nossa voz interior”, explica Tarsia. Para ela, o primeiro passo para rever o caminho profissional é ter certeza do que se quer: “é preciso jogar fora a indecisão e desenvolver a ousadia, com integridade”.

2. Pesquise sobre o mercado

Entender sobre o segmento novo e que lhe chamou atenção é importante, logo a especialista aconselha um longo trabalho de pesquisa. “Para buscar a melhor vaga ou até mesmo empreender, é preciso entender o que está acontecendo no mundo do trabalho, quais os setores mais prósperos e, mesmo naqueles que ainda estão se reerguendo, quais as funções mais necessárias e de que forma posso contribuir”, enfatiza Tarsia.

3. Busque as ferramentas

Após ter escolhido a nova carreira, é necessário buscar especialização. Só assim a transição será menos traumática e o risco de dar errado pode ser nulo.“São essas as ferramentas que vão ajudar a construir o planejamento pessoal”, reflete a especialista, que reforça: “sem um plano de vôo, avião nenhum é autorizado a sair do chão. Da mesma forma, não dá para querer atingir um objetivo sem um planejamento de onde se quer chegar”.

4. Tenha metas

Planejamento traçado, é hora de determinas as metas, em curto, médio e longo prazo: “construir metas reais dá mais força, ânimo e permite galgar os primeiros degraus, gerando coragem e autonomia para ir, aos poucos, aumentando os objetivos a atingir”, explica Tarsia. Ela enfatiza: “de nada adianta colocar metas grandiosas e desistir na primeira dificuldade. Com metas possíveis, reais, o potencial de vitória vai aumentando exponencialmente”.

5. Se planeje

Tenha um planejamento bem estruturado e o revise de tempos em tempos. “Sozinho ou com ajuda de um especialista, é ótimo rever anualmente seus objetivos e metas. O mercado muda, nós mudamos também, e a máxima ‘em time que está ganhando não se mexe’ não vale mais. Agora, o que sabemos é que a palavra de ordem é transformação. Então, é preciso rever, de tempos em tempos, e readequar o caminho de sua carreira”, finaliza.

Ig














COLUNAS


Em debate
Shows do Aniversário de Alfenas
Leonardo Miranda
Democracia
O cair das máscaras
Daniel Murad Ramos
Literatura
O Documentarista
Leonardo Miranda

Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos