Quem pode fazer Yoga


 O Yoga está à disposição de todas as pessoas tal como elas são, imperfeitas, egoístas, inconstantes, rígidas, vaidosas, dispersas, contraditórias,incoerentes. Sua prática haverá de trazer um ajustamento progressivo, culminando num perfeito domínio psíquicofísico e na conquista de si mesmo, de um estado incomparavelmente superior à sua condição atual.

Mas nem todos estão verdadeiramente aptos,por exemplo, aquele tipo arrogante, que chega a procurar um Centro de Yoga para conhecer, mas confessa não dispor de tempo nem paciência para praticar. Parece não se permitirsubmeter-se aos ensinamentos de alguém que seria o professor de Yoga. Uma vez queeles próprios querem ser vistos como sabe-tudo confessam poderensinar o que é meditação, concentração, posturas e atémesmo revelar o verdadeiro Yoga dos mestres ocultosao professor. Encontram-sebloqueados em seuscorpos e sentimentos profundos, não se deixam levar pelo banho de técnicas transformadoras que é o Yoga. Aliás, não querem nenhuma mudança, pois já estão bem como estão.

“É para esse objetivo que a tradição indiana unânime orienta seus esforço e sua reflexão: Liberação ou libertação. “Toda ciência que não se ocupa da Liberação é inútil.” Bhoja, tajamartanda, IV,22
“Mas o Yoga preocupa-se apenas com a “realização” efetiva e não com a discussão de conteúdo, por isso ele é a via, o método por excelência, que inclui a totalidade dos meios que devem ser empregados.


Na medida em que fazemos uma distinção entre diferentes métodos, mais particularmente adaptados a este ou àquele tipo psicológico, seremos levados a falar, num sentido secundário, de diferentes Yogas: cada linha de Yoga é uma das principais vias correspondentes às adaptações básicas da natureza humana. Cada indivíduo é livre para escolher a forma de Yoga que está em afinidade com o seu caráter, suas aspirações e suas capacidades, ou pode a seu gosto, recorrer a uma combinação particular dessas diferentes formas. A Bhagavad-Gita, texto central do hinduísmo, nos dá a esse respeito o exemplo de uma fusão harmoniosa das diferentes vias de abordagem, em seus dezoito capítulos, cada um dos quais com o nome de um Yoga diferente.” Michael-Tara, O Yoga.

Diva Paiva – Diretora do Centro de Yoga Prêma


 
 
Diva Paiva
Terapeuta Shiatsu
Professora de Yoga

-

Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos